Acusado de matar advogado dentro de loja é condenado a 20 anos de prisão

Homem acusado de matar o advogado Paulo Sérgio Jucá Alves Garcia foi condenado a 20 anos de prisão. O crime ocorreu em 1º de abril de 2017, por volta de 10h40min, em tentativa de assalto à filial das Lojas Americanas na avenida Dom Luís, na Aldeota.

A decisão foi da juíza Elizabeth Santos Vale Rodrigues, da 5ª Vara Criminal de Fortaleza. De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público, o réu Ariel Pereira de Souza entrou na loja com um comparsa. Ao verem a vítima com o telefone celular na mão, eles acharam que o advogado estava chamando a Polícia e dispararam dois tiros contra ele. Paulo Sérgio morreu no local.

Ariel Pereira fugiu, mas foi localizado 12 dias após o crime, em Barreira. O comparsa não foi identificado até hoje. A juíza ressalta que a confissão do réu e os depoimentos das testemunhas comprovam a autoria do crime.

Com informações do Tribunal de Justiça