Após dois meses preso, Lula segue isolado na frente; sem ele, Bolsonaro lidera

Preso desde 7 de abril, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue líder isolado de intenções de voto na pesquisa Datafolha divulgada na madrugada deste domingo, 10. Ele se manteve estável em relação à última pesquisa, realizada pouco após a prisão. Sem ele, Jair Bolsonaro (PSL) lidera.
Confira os números:
Com Lula
Lula 30%
Sem candidato  21%
Bolsonaro  17%
Marina 10%
Alckmin 6%
Ciro 6%
Álvaro Dias 4%
Com Haddad
Sem candidato 33%
Bolsonaro 19%
Marina 15%
Ciro 10%
Alckmin 7%
Álvaro Dias 4%
Haddad 1%
Com Jaques Wagner
Sem candidato 33%
Bolsonaro 19%
Marina 14%
Ciro 10%
Alckmin 7%
Álvaro Dias 4%
Jaques Wagner 1%
Sem candidato do PT
Sem candidato 34%
Bolsonaro 19%
Marina 15%
Ciro 11%
Alckmin 7%
Álvaro Dias 4%
Obs.: Manuela D’Ávila (PCdoB) e Rodrigo Maia (DEM) oscilam entre 1% e 2%. Aldo Rebelo (SDD), Fernando Collor de Mello (PTC), Flávio Rocha (PRB), Guilherme Afif (PSD), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL), Josué Alencar (PR) e Levy Fidelix (PRTB) oscilam entre 0 e 1%. Paulo Rabello de Castro (PSC) não alcança 1% em nenhum cenário.
A pesquisa ouviu 2.824 pessoas em 174 municípios. O levantamento foi feito pelo Datafolha nos dias 6 e 7 de junho, quando a prisão de Lula completou dois meses. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Na pesquisa Datafolha realizada entre 11 e 13 de abril, Lula tinha 31% das intenções de voto. Em dois meses na prisão, a oscilação foi de um ponto percentual, dentro da margem de erro.
Bolsonaro cresceu. Ele tinha 15% nos cenários com Lula e 17% sem ele. Agora, fica dois pontos acima. Uma diferença relevante é a ausência nessa pesquisa de Joaquim Barbosa, que anunciou que não irá concorrer.
Redação O POVO Online