Atentado suicida mata três soldados da Otan no Afeganistão

Três soldados da operação ‘Apoio Resoluto’ da Otan no Afeganistão morreram neste domingo em um atentado suicida contra sua patrulha ao norte de Cabul, anunciou o comando da força.

Um soldado americano e dois afegãos ficaram feridos no ataque, de acordo com um comunicado militar, que não revela a nacionalidade das três vítimas fatais.

Os talibãs reivindicaram em uma mensagem no Twitter “uma explosão contra as forças do invasor americano em Charikar esta manhã, que matou e feriu oito americanos”.

“O atentado aconteceu nas proximidades de Charikar, na província de Parwan”, 70 km ao norte de Cabul, informou o tenente-coronel Martin O’Donnell, oficial de imprensa da operação ‘Apoio Resoluto’.

“Três membros da operação foram assassinados por um homem-bomba na passagem de uma patrulha conjunta das forças afegãs pela região leste do Afeganistão”, afirma no comunicado.

O governo da província de Parwan confirmou o ataque. “Um homem-bomba atacou um comboio das forças americanas em Charikar, mas não temos nenhuma informação sobre as vítimas”, afirmou à AFP Wahida Shahkar, porta-voz do governo provincial.

Fontes da Otan confirmaram à AFP que o integrante da operação ferido é americano, mas recordaram que o comando da ‘Apoio Resoluto’ tem como política não divulgar as nacionalidades das vítimas fatais antes de informar as autoridades nacionais.

Em julho, as forças americanas perderam dois soldados, o que elevou a quatro o número de militares americanos mortos no Afeganistão em 2018.

AFP – O POVO Online