Atividade econômica do Ceará permanece estável no trimestre encerrado em fevereiro

O nível de atividade econômica do Ceará teve sutil elevação de 0,1% no trimestre encerrado em fevereiro em relação ao imediatamente anterior, de acordo com o Ìndice de Atividade Econômica Regional (IBCR-CE), divulgado nesta quinta-feira, 30, pelo Banco Central (BC). 

O resultado é inferior à média acumulada dos estados do Nordeste, que avançou 0,3% em igual período. O indicador é considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB). Os números, no entanto, ainda não refletem impactos relacionados da pandemia de Covid-19 — que tendem a interromper o processo de crescimento gradual da economia.

Os índices mostraram a evolução do comércio até fevereiro deste ano ainda favorecida pelo crescimento da massa salarial e melhor desempenho do crédito. As vendas do comércio ampliado cresceram 2,6% em doze meses terminados em fevereiro, segundo dados da PMC do IBGE, com elevação de 12,6% na comercialização de veículos, motocicletas e de 15,0% em materiais de construção.

Na margem, as vendas sinalizam avanço de 1,6% no trimestre encerrado em fevereiro, comparativamente ao trimestre anterior, segundo a série dessazonalizada. No mesmo sentido, a atividade do setor de serviços mostra recuperação em doze meses, com alta de 1,2% até fevereiro, segundo dados da PMS do IBGE.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), o PIB do estado cresceu 2,11% em 2019 – altas de 1,3% na agropecuária, 4,0% na indústria e 1,8% em serviços.

FONTE: O POVO ONLINE