Bolsonaro usa vídeo de Lula para defender contingenciamento no MEC

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou vídeo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para defender o contingenciamento de verbas de custeio das instituições de ensino federal do País.

“Lula explica para a esquerda como funciona e quando é preciso o contingenciamento de recursos públicos (praticado por todos os governos)”, escreveu Bolsonaro no Twitter. E completou: “Agradeço a explanação!”

No vídeo, o petista, então candidato à reeleição, fala sobre a proposta de orçamento daquele ano (2006) e diz que a implementação da lei depende da previsão de aumento na arrecadação.

Na última terça-feira, Bolsonaro envolveu-se em polêmica ao telefonar para o ministro da Educação e ordenar que suspendesse o congelamento de despesas linear feito a pedido do Ministério da Economia.

O telefonema, testemunhado por 12 deputados federais, foi depois desmentido pela Casa Civil, que negou que o bloqueio seria desfeito.

Ontem,  em audiência na Câmara, Abraham Weintraub, titular do MEC, afirmou que, na ligação, havia dito a Bolsonaro que a pasta não fizera corte de 30%, como se dizia, mas contingenciamento de 3,5%.

O presidente, então, manteve o represamento. A deputados, porém, ele afirmou que os cortes estavam suspensos, segundo relataram parlamentares.

Fonte: O POVO Online