Caçadores matam duas das últimas três girafas brancas do mundo

Ambientalistas acreditam que, após ação de caçadores, exista apenas uma girafa branca no mundo. Guardas florestais encontraram as carcaças da fêmea e do filhote em um vilarejo no condado de Garissa, no nordeste do Quênia. A existência de girafas brancas teve repercussão em 2017 após serem fotografadas. A aparência branca é por causa de uma condição rara que faz com que as células da pele não tenham pigmentação. As informações são da BBC Brasil.

De acordo com o chefe da Preservação Comunitária do Quênia, Ishaqbini Hirola, Mohammed Ahmednoor, as duas girafas encontradas mortas teriam sido vistas pela última vez há três meses. ”Seu assassinato é um golpe para os importantes passos dados pela comunidade para preservar espécies raras e únicas e um alerta para o apoio contínuo aos esforços de preservação”, afirmou.

Os caçadores ainda não foram identificados e A Kenya Wildlife Society, o principal órgão de preservação da África Oriental, disse que está investigando os assassinatos.

FONTE: O POVO ONLINE