Cariri registra melhor volume de chuvas no mês de março em 11 anos

 

(Foto: )

O último março registrou o maior volume de chuvas na macrorregião do Cariri dos últimos 11 anos. As precipitações somaram 260.1 milímetros (mm), um desvio 20,3% acima da média histórica da região para o mês, que é de 216,3 mm, conforme dados do Portal Hidrológico do Ceará. A relevância das chuvas na região se dá pela localização do rio Salgado, um dos mais importantes sistemas de alimentação do Açude Castanhão — principal reservatório do Estado e o maior do Brasil.

O Ceará também teve registro positivo de chuvas no mês de março, somando 240,7 mm de precipitações. O aumento de 18,3% com relação à normal (203,4 mm) foi o melhor desde o ano de 2008. Conforme a Resenha Diária de Monitoramento da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o açudes do Estado estão com 14,51% da capacidade de armazenamento. Isso representa 2,70 bilhões m³.

Juntamente com Orós e Banabuiú, o Castanhão responde por 60% da reserva hídrica do Estado. Apesar da melhora progressiva na recarga, a situação ainda é preocupante, visto que o açude, localizado no município de Alto Santo (distante 250 km de Fortaleza) está com apenas 3,82% da capacidade de armazenamento. A Bacia do Rio Salgado nasce no Crato e deságua no Rio Jaguaribe, seguindo até o Castanhão. O açude Orós também é alimentado pelo Jaguaribe e contribui para recarregar o Castanhão.

A situação do Cariri em março, no entanto, foi bem diferente se comparada ao mês de fevereiro, quando a macrorregião foi a única que registrou precipitações abaixo da média histórica. O desvio foi 31,4% menor que a normal (157,7 mm), com 108,2 mm.

No último domingo, os três maiores registros de chuvas foram da região do Cariri. O município de Lavras da Mangabeira (distante 422,4 km de Fortaleza), teve a maior precipitação entre as 7 horas de sábado, 30, e o mesmo horário de domingo, 31, com 181 milímetros de chuva.

No acumulado desse intervalo, o município de Lavras da Mangabeira foi seguido por Cariús, com 147 mm, e Aurora, 136 mm. Entre as 7 horas de domingo, 31, e as 7 horas dessa segunda-feira, 1º, choveu em 27 dos 70 postos pluviométricos do Cariri, alcançando 18 dos 27 municípios da região.

Dos 155 reservatórios monitorados pela Cogerh no Ceará, 29 estão sangrando. Porém, 87 estão com capacidade abaixo de 30%, dos quais 23 estão em volume morto e nove estão secos.

Segundo a Funceme, o mês de abril deve continuar com boas precipitações no Estado. Para hoje, “a indicação é de céu nublado com eventos de chuva em todas as macrorregiões, isto é, as precipitações devem atingir mais de 50% da área sob previsão”. Para amanhã, a previsão é de nebulosidade variável com eventos de chuva.

Fonte: O POVO Online