Catalunha: milhares de pessoas usam balões com tinta em protesto

Milhares de ativistas catalães usaram balões cheios de tinta para protestar em frente à delegação do governo da Catalunha, em Barcelona.

As manifestações começaram depois de o primeiro-ministro interino, Pedro Sánchez, ter viajado à capital catalã, para visitar os agentes que ficaram feridos nos violentos distúrbios.

Os manifestantes queixam-se da falta de vontade política do Executivo central para dialogar.

O chefe interino do governo espanhol visitou os policiais feridos nas manifestações na Catalunha. Pedro Sanchéz recusou também o pedido do presidente da Generalitat para uma reunião e diz que só se encontrará com Quim Torra depois de ele condenar, de forma pública, a violência exercida contra as autoridades.

A secretária de Ação Externa do governo da Catalunha garante que Pedro Sánchez se recusou a dialogar com o presidente da Generalitat, Quim Torra, por duas vezes.

Mireia Borrell Porta reiterou ao Jornal 2, da RTP, que o governo catalão condena todos os atos violentos nas ruas de Barcelona e defendeu uma solução que passe pela realização de novo referendo sobre a autodeterminação da Catalunha.

*Emissora pública de televisão de Portugal

FONTE: O POVO ONLINE