Ceará é o quarto em ranking que compara proporção de mortes no trânsito contra mortes violentas

Ceará é o quarto em ranking que compara proporção de mortes no trânsito contra mortes violentas

No Ceará, mortes em acidentes de trânsito superam as registradas por causa de crimes violentos, como homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. O Estado ocupa o quarto lugar no ranking que compara a proporção de mortos em decorrência dos dois fatores. O comparativo foi feito pela administradora do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), a seguradora Líder.

Os três primeiros estados do ranking são São Paulo, Minas Gerais e Paraná. No comparativo, os estados registraram o cerca de 40% a mais de mortes no trânsito do que o acumulado em decorrência de crimes violentos. Quarto colocado na lista, o Ceará registrou 82 mortes no trânsito a mais do que as causadas por crimes violentos, tendo sido 2257 registros de mortes neste último parâmetro, das quais, 70% envolviam motocicletas.

Ao todo, os dez primeiros estados brasileiros listados no ranking somaram 23.757 mortes no trânsito em 2019, enquanto, no mesmo período, estes mesmos estados registraram 16.666 óbitos em crimes violentos. Os dados são de 2019 e fazem uma comparação entre a quantidade de indenizações pagas pelo DPVAT em casos onde houve morte de um dos envolvidos no acidente e o número de óbitos em decorrência de crimes violentos registrados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Apesar da situação adversa da pandemia de coronavírus e das medidas de isolamento, a conscientização sobre segurança no trânsito precisa se manter constante, é o que aponta o diretor de operações e TI da seguradora Líder, Iran Porto, ao divulgar o levantamento feito pela empresa para reforçar a importância do Maio Amarelo, movimento dedicado a prevenção de acidentes no trânsito. “Devemos reforçar a importância do constante investimento em prevenção, educação e medidas cada vez mais rigorosas de fiscalização no trânsito”, completou.

Como solicitar o DPVAT por atendimento virtual

As vítimas de acidentes de trânsito e seus beneficiários podem dar entrada no pedido de indenização do Seguro DPVAT por meio da Central de Atendimento. Os pedidos podem ser feitos de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, por meio dos telefones 4020-1596, para capitais e regiões metropolitanas, e pelo número 0800 022 12 04, para outras regiões.

No caso do pedido feito pelo telefone, o solicitante irá realizar um cadastro com o telefonista e depois receberá um e-mail com as orientações para o envio da documentação de acordo com a cobertura desejada e demais informações sobre as próximas etapas para receber o benefício. A troca de documentos somente deve ser feita pelos canais de comunicação oficiais do DPVAT.

Outro opção para solicitar o benefício de forma virtual para os pedidos de indenização por morte e invalidez permanente ou reembolsos de despesas médicas (DAMS) é o aplicativo “Seguro DPVAT”. O app, disponível para download gratuitamente nas lojas “Google Play” e “Apple Store”.

Ao baixar o aplicativo é preciso selecionar o perfil dentre vítima, beneficiário ou representante legal e depois preencher o cadastro. Após essa etapa, as orientações, bem como os meios para envio da documentação estarão disponíveis após o cadastro do usuário.

Em caso de dúvidas de como usar os canais acima mencionados, existe uma série de vídeos tutoriais no canal do Youtube do seguro DPVAT.

FONTE: O POVO ONLINE