Combustível de aviões em Fortaleza é mais caro do que europeu

Em Fortaleza, o preço do querosene de aviação (QAV) para voos domésticos ultrapassa valores de grandes aeroportos ao redor do mundo. Segundo o Panorama de 2017 publicado pela Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR), o QAV custou, em média, US$ 1,37 por litro. Na Espanha esse valor foi de cerca de US$ 0,57.

A nível nacional, o custo do QAV é 40% mais caro do que em outros países. São vários os fatores que influenciam esse número. A tributação exagerada é um deles. O Brasil é o único país que tem a cobrança de um imposto regional, o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Esse imposto varia entre 12% e 15%, a depender do estado.

Além disso, a precificação dos derivados do petróleo no País torna o preço desse combustível um dos mais altos do mundo.

A consequência de se ter um custo tão alto de QAV para voos domésticos é o enfraquecimento do turismo, o que afeta a economia do País.

Fonte: O POVO Online