Criança de 1 anos e 9 meses morreu após engasgar com pirulito

Lucas Gabriel de Oliveira tinha 1 ano e 9 meses e morreu após engasgar com um pirulito. Segundo informações da família da criança, um dos irmãos de Lucas teria dado o doce à ele. O caso ocorreu em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, na noite desta segunda-feira, 20. O pirulito estava guardado em uma sacola de lembrança da festa de aniversário de um primo das crianças, realizada no domingo, 19.

Fernanda Ribeiro, tia de Lucas, relatou ao Estado de Minas que a mãe estava na casa quando o acidente aconteceu. “Ele começou engasgar e foi atrás da mãe, ela puxou o palito e a bolinha continuou na boquinha dele”, disse Fernanda. Lucas foi levado a um posto policial próximo à casa da família. De lá, a criança foi levada por uma viatura para o Hospital Aroldo Tourinho, onde recebeu os primeiros socorros. Posteriormente, foi encaminhada para a Santa Casa em uma ambulância do Samu.

A Santa Casa da Cidade afirmou em nota que Lucas deu entrada no hospital em estado gravíssimo, respirando com ajuda de aparelhos e foi submetido a uma broncoscopia de emergência para a retirada do doce. Após o procedimento, o menino apresentou sinais de choque, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. O óbito foi confirmado às 20h48 de segunda-feira.

Lucas Gabriel era o caçula de quatro irmãos. Segundo relatos da tia ao Estado de Minas, Lucas era uma criança muito alegre e brincalhona. Ela contou que a mãe da criança teve eclâmpsia (convulsões que ocorrem durante a gestação ou logo após o parto) e que Lucas nasceu prematuro. Ele precisou ficar internado por três meses no hospital. Fernanda ainda relata que a mãe sempre teve “cuidados redobrados” com a criança. O velório ocorreu na casa da família hoje, 21.

FONTE: O POVO ONLINE