Crise nos países da América do Sul é discutida em podcast

O ano de 2019 tem sido marcado por uma grande instabilidade econômica e política nos países da América do Sul. No Brasil, o conflito do presidente Jair Bolsonaro com seu partido, o PSL, é um do principais assuntos dos noticiários, mas não é só isso. Por toda a América Latina, as manchetes dos jornais têm sido bastante turbulentas.

A Argentina, por exemplo, tem sido protagonista de uma crise econômica que já levou milhões à pobreza. No próximo domingo, 27, ela irá definir seu novo presidente e tudo indica que o atual governante, Maurício Macri, que concorre ao segundo mandato, corre o risco de não sair vitorioso nestas eleições. Já na Bolívia, o atual presidente Evo Morales, após uma manobra jurídica e sob protestos de grande parte da população, disputa o quarto mandato.

Enquanto isso, as ruas do Chile e Equador estão sendo tomadas por uma onda de protestos. No governo de Sebastián Piñera, o motivo foi o aumento das tarifas de metrô e ônibus. Já no governo de Lenín Monero, a razão foi o corte nos subsídios dos combustíveis.

Por fim, a Venezuela, onde se instalou a crise mais dramática da América do Sul. A instabilidade no país de Nicolás Maduro está levando milhares de pessoas a deixarem sua terra para buscar abrigo em países vizinhos, como o Brasil, por exemplo

Para discutir o tema, o Recorte recebe o editor executivo de política do O POVO, Gualter George, e o repórter de política, Carlos Holanda. A apresentação é de Maísa Vasconcelos e Ítalo Coriolano.

Com episódios de segunda a sexta, o Recorte traz informações sobre assuntos relevantes de cada dia para os ouvintes, com participação de repórteres e editores da Casa. Para ouvir, basta acessar as principais plataformas de streaming de áudio, como Spotify, Deezer, Spreaker e agregadores de podcasts no Android e iOS.

Disponível em outras plataformas RSS feed: http://bit.ly/recortfeed

Assine o podcast no iTunes (e avalia a gente): http://bit.ly/recortrssapple

Segue a gente no Spotify: http://bit.ly/recortspotf

Segue a gente no Deezer: http://bit.ly/recotdeez

FONTE: O POVO ONLINE