Descarte deve ser feito apenas no dia da coleta

A assessoria de comunicação da Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP) afirma que o coleta domiciliar acontece três vezes por semana e a orientação é que os resíduos estejam ensacados, na calçada em frente a cada residência, nos dias e horários agendados.

No caso de veículos que façam o descarte irregular do lixo nas ruas, esses estão sujeitos à multa. Basta a população anotar a placa e repassar para o telefone 156.

As ruas Tenente Benévolo com Gonçalves Ledo e José Avelino, chegando na Historiador Guarino Alves, na Praia de Iracema, são pontos alimentados por carroceiros que fazem descarte irregular. A Secretaria Regional do Centro afirma fazer a remoção do lixo e já vem tentando capacitá-los para que levem os resíduos para os Ecopontos.

Já na rua rua Coronel Alves Teixeira próximo à avenida Visconde do Rio Branco, a Secretaria Regional II afirma que removeu o entulho e requalificou a área. A reportagem apurou, no entanto, que o problema voltou a se repetir no local.

Na avenida José Bastos, quase esquina com Carneiro de Mendonça a informação da Prefeitura é que não é ponto de lixo. Recebeu descarte irregular agora no Carnaval. O descarte ocorreu no corredor dos ônibus e a limpeza está sendo feita aos sábados. Contudo, a coleta domiciliar está sendo realizada normalmente.

Na rua Barão de Canindé, no Montese, a Secretaria Regional V informa que o local está sendo limpo semanalmente. Existe a previsão de ser construído um ecoponto no local. Já na rua Franco Rocha, no Pici, a Regional V informa que a coleta de lixo no local ocorre três vezes por semana e o lugar é limpo semanalmente. Existe a previsão de ser construído um Ecoponto.

FONTE: O POVO ONLINE