Enel Ceará despenca 18 posições em ranking de qualidade do serviço

A Enel Ceará apresentou um recuo de 18 posições em ranking de qualidade do serviço no ano passado. O levantamento foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e assume como base o tempo e a frequência na interrupção dos serviços. O estudo foi publicado nesta quinta-feira, 30. No ranking de 2018, a Enel Ceará ocupava a oitava posição, mas em 2019 caiu para 26ª, num total 29 distribuidoras de energia.

A classificação é elaborada com base no Desempenho Global de Continuidade (DGC), formado a partir da comparação dos valores apurados de DEC (que mede a duração das interrupções) e FEC (frequência das interrupções) das concessionárias em relação aos limites estabelecidos pela Aneel para esses indicadores.

No Ceará, o tempo médio registrado na interrupção do fornecimento de energia às residências em 2018 era de aproximadamente 9 horas. Em 2019, o tempo médio anual registrado foi de 14 horas. A distribuidora é responsável por levar energia elétrica a cerca de 3,5 milhões de residências no Ceará.

Apesar do recuo da distribuidora do Ceará com relação à média nacional, os níveis na qualidade de serviço registraram as melhores marca da história, segundo a Aneel. Em 2019, os consumidores ficaram, em média geral, cerca de 12 horas sem energia. O valor representa uma redução de 3,33% em relação a 2018, no qual registrou-se 13,21 horas em média.

Em escala nacional, a frequência das interrupções reduziu de 7,11 interrupções em média por consumidor em 2018, para 6,64 em 2019. Uma melhora de 6,61% no indicador para o ano passado.

FONTE: O POVO ONLINE