Latrocínios caem 45,7% no primeiro semestre no Ceará

O número de latrocínios registrados no Ceará entre janeiro e junho deste ano reduziu, se comparado ao mesmo período do ano passado. Ao todo, foram contablizados 25 casos, enquanto ocorreram 46 em 2017. A queda acumulada é de 45,7%. As informações foram repassadas na manhã desta quarta-feira, 26, pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Polícia encerra caso: estilista foi vítima de latrocínio
Economista é vítima de latrocínio quando subia em ônibus, na avenida Francisco Sá
Diretor do Fortaleza Esporte Clube é morto em saidinha bancária na avenida Santos Dumont
Polícia descarta outras hipóteses e conclui que estagiária foi morta em tentativa de assalto
A queda nos índices de crimes envolvendo roubo e morte das vítimas ocorre em cenário onde outros números da violência no Ceará também sofrem redução. O Estado acumula queda no número de homicídios pelo terceiro mês consecutivo, se comparado aos respectivos períodos do ano passado, conforme informações divulgadas neste mês pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social.
Se os registros do último mês trouxeram otimismo à Segurança Pública do Estado, os dados acumulados no primeiro semestre deste ano no Ceará são vistos com cautela.
Em números absolutos, foram assassinadas nos últimos seis meses 81 pessoas a mais que na primeira metade de 2017. Ao todo, foram registrados 2.380 homicídios até o fim de junho deste ano, enquanto, em meados do ano passado, as vítimas somavam 2.299 pessoas.A quantidade em 2018 foi alavancada pelo primeiro trimestre do ano, quando mensalmente a taxa de homicídio sofreu aumento.
Redação O POVO Online