Médicos fazem campanha para ajudar pais de gêmeas siamesas de Aquiraz

Uma campanha tenta arrecadar dinheiro para o custeio de estadia dos pais das gêmeas siamesas, que moram no distrito de Patacas, em Aquiraz, e estão em São Paulo, onde passam por procedimentos cirúrgicos para separação do crânio. Nascidas unidas pelo topo do crânio, Maria Ysadora e Maria Ysabelle, de um ano e sete meses, estão em Ribeirão Preto, em São Paulo, e já passaram pela primeira de quatro intervenções cirúrgicas.

Os pais das meninas, Débora de Freitas, 27, e Diego de Freitas Santos, 28, estão hospedados numa casa de apoio, na cidade, mas precisam de dinheiro para deslocamento e alimentação. A campanha quer arrecadar R$ 10 mil, para que eles consigam se manter em São Paulo durante 2018, já que a última cirurgia deve ser feita apenas no fim do ano.

“A primeira cirurgia foi no último dia 17 de fevereiro e correu com sucesso. Como são intervenções em áreas delicadas, elas precisam de um intervalo, entre dois ou três meses, para a recuperação”, explica o médico Eduardo Jucá. Neurocirurgião do Hospital Albert Sabin, Jucá compõe a equipe que realiza as cirurgias e deve participar das outras três operações. A última cirurgia está prevista para ocorrer no fim do ano. A mãe das meninas é dona de casa e o pai está desempregado.

O procedimento, inédito no Brasil, é realizado pela equipe comandada pelo professor chefe do Departamento de Neurocirurgia Pediátrica do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Hélio Machado. O cirurgião norte-americano James Goodrich, referência no assunto no mundo, integra a equipe de médicos.

Com despesas estimadas em US$ 2,5 milhões nos Estados Unidos, as cirurgias serão custeada pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), pela Faculdade de Medicina de São Paulo e pelo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.

Angélica Feitosa

QUATRO FASES

Das quatro fases previstas ao longo do ano, três consistem na preparação para a separação definitiva. A primeira cirurgia foi feita no último dia 17

Como doar:

Por meio do site

www.vakinha.com.br/vaquinha/familia-de-gemeas-siamesas

Fonte: O POVO Online