Mulher denuncia assalto cometido por motorista de aplicativo em Fortaleza

99 informa tomar medidas de segurança com uso de tecnologia

Uma mulher relata ter sido assaltada por um motorista da empresa de transporte por aplicativo 99. O crime, conforme ela narra, ocorreu por volta das 9h50min deste sábado, 17. De acordo com o relato da vítima, feito por uma familiar ao O POVO Online, o crime aconteceu próximo ao fim da corrida, quando o motorista rendeu a vítima com uma faca, tomando todos os pertences e a mandando descer do veículo, de modelo Fiat Mobi, da cor branca. A 99 informou que o motorista foi bloqueado.

A viagem começou no bairro Cidade 2000 com destino ao bairro Luciano Cavalcante. Próximo à esquina entre as ruas Jaime Leonel e Doralice Costa, em frente à uma escola, o homem anunciou o crime, segundo depoimento da vítima.

“Ele aproveitou que na rua não tinha ninguém e puxou uma faca”, afirmou uma sobrinha da vítima ao O POVO Online. Segundo ela, a mulher assaltada foi obrigada a sair do carro, onde teve de deixar bolsas, celular e cartões de crédito.

A vítima diz que, como perdeu o celular durante a ação criminosa, não consegue identificar dados sobre o motorista. Ela prestou informações à uma delegacia na Cidade 2000.

Empresa lamenta

A 99 informou ao O POVO Online ter recebido “a grave denuncia” relacionada a passageiro da plataforma de transporte. A empresa informou lamentar profundamente a situação e disse estar em contato com a vítima para oferecer suporte. “Enquanto isso, o condutor foi bloqueado da plataforma. A 99 está disponível para colaborar com a investigação da polícia”, diz a nota da assessoria.

Polícia Civil

Ao O POVO Online, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que foi registrado, na manhã deste sábado, 17, no 13º Distrito Policial, um boletim de ocorrência acerca de um assalto cometido por um motorista de aplicativo, no bairro Luciano Cavalcante, na Área Integrada de Segurança 10 (AIS 10).

Segundos os policiais civis que registraram o fato, a vítima, uma mulher de 26 anos, solicitou uma corrida e ao chegar ao destino final, foi roubada pelo motorista. O infrator teria subtraído seus pertences, incluindo um aparelho celular e documentos. A investigação ficará sob os cuidados do 4º Distrito Policial, responsável pela área.

Estupros em carros

No ano passado, O POVO revelou casos de estupro cometido por motorista da mesma plataforma de transportes. As reportagens foram assinadas pelos repórteres Carlos Mazza e Jáder Santana. Ele foi preso acusado de usar dados de pacientes inválidos, falsificar cadastro em aplicativo e estuprar passageiras. Uma das vítimas relatou ao O POVO os detalhes da cronologia do crime.

O POVO publicou série de reportagens na qual revelou os estupros cometidos por motorista de aplicativo


Após as reportagens do O POVO, pelo menos mais seis vítimas denunciaram estupros cometidos pelo motorista.

Na época, os dois repórteres compraram cadastro na 99Pop e mostram facilidade para se tornar motorista com perfil falso. Assista:

VÍDEO: https://youtu.be/iHIIgse7Kfo

Medidas de segurança

A 99, por meio da assessoria, tratou ainda das medidas de prevenção à violência

“O aplicativo desenvolve tecnologias de ponta para focar especialmente em prevenção. Entre as medidas está o botão de segurança. A funcionalidade envia informações sobre a rota para que parentes e amigos acompanhem a localização bem tempo real. O botão também permite que o passageiro possa facilmente chamar a polícia e adicionar contatos de confiança.

“A empresa repudia esse caso de violência e ressalta que possui um canal exclusivo para emergências no 0800 888 8999. A assistência funciona 24 horas por dia 7 dias por semana, oferecendo auxílio imediato para os usuários”.

Fonte: O POVO Online