Não há previsão para aplicação de multa a quem violar novas regras, diz AMC

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) informou que não há previsão para aplicação de penalidades a ciclistas e pedestres que violarem as novas regras do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), prevista para entrar em vigor em abril deste ano, em Fortaleza. Medida prevê multas de R$ 44.19 e R$ 130,16 a quem atravessar fora da faixa ou utilizar a bicicleta na contramão da via.
Punições estão previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) desde 1997. No entanto, não havia sido regulamentada até então. O órgão explica que será feito uma ação de conscientização antes da medida vigorar. “AMC esclarece que, neste primeiro momento, não há previsão de multa e fará um trabalho no âmbito educativo com pedestres e ciclistas nos pontos onde se têm notado maior conduta irregular dos mesmos’, informou por meio de nota.
O que será proibido para pedestres 
Ficar no meio da rua, atravessar fora da faixa, da passarela ou passagem subterrânea. Utilizar as vias públicas sem autorização para festas, práticas esportivas, desfiles ou atividades que prejudiquem o trânsito. Valor da multa: R$ 44,19.
O que será proibido para ciclistas
Não poderão andar nas calçadas quando não houver sinalização permitindo, guiar de forma “agressiva”, andar em vias de trânsito rápido, que não têm cruzamentos, pedalar sem as mãos, transportar peso incompatível.
Andar na contramão na pista dos carros quando não houver ciclovia, ciclofaixa ou acostamento. O ciclista deverá andar nas laterais da pista, no mesmo sentido de circulação dos veículos.  Valor da multa: R$ 130,16.
Na prática 
Quando constatar uma infração, o agente de trânsito preencherá uma “auto de infração”. O documento incluirá informações como nome e documentação assim como o endereço do infrator.
Redação O POVO Online