Pesquisas no Japão apontam que a cura da calvície pode estar dentro dos fast-food

De acordo com um estudo da Universidade Nacional de Yokohama, no Japão, a cura da calvície pode ser um “item secreto” no menu do McDonald’s. As pesquisas apontam que um produto químico usado nas batatas fritas da rede de fast-food pode ocasionar o surgimento de novos folículos capilares.  As informações são do jornal Extra.
O agente químico em questão é o dimetilpolissiloxano, que é acrescentado às batatas fritas para que, quando fritas, não façam espuma no óleo. Os testes em laboratórios com ratos apresentaram resultados positivos. Os animais ganharam novos folículos capilares, que em poucos dias começaram a produzir cabelo.
O professor Junji Fukda explicou que o agente químico é muito permeável ao oxigênio, e por isso permitiu a criação de cinco mil folículos de cabelo simultaneamente. Ele destaca que essa pode ser uma técnica promissora, e que o cabelo regenerado tem o ciclo de vida de um cabelo normal. De acordo com Junji os testes indicam que o agente irá funcionar com células humanas também.
Redação O POVO Online