Plano Safra terá R$ 278 milhões em créditos para agricultores no Estado

Mais de 8 mil famílias de agricultores devem ser beneficiadas com alta de 30% dos recursos do Plano Safra, por meio do Banco do Brasil (BB), no Ceará. Os créditos que serão concedidos no período de 2019/2020 totalizam R$ 278 milhões. Destes, R$ 101 milhões vão para o Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf). O restante será dividido entre médios (R$ 22 milhões) e demais produtores rurais (R$ 155 milhões). Os números foram divulgados, ontem, na Superintendência de Varejo do banco, na Aldeota.

Serão R$ 200 milhões para custeio, comercialização e industrialização e R$ 78 milhões para investimentos. Em 2018, foram 6.250 novas operações no Estado. A taxa de inadimplência ficou abaixo de 1,7%, em 2018. Percentual abaixo da média nacional (1,85%). Os principais segmentos financiados foram bovinos e leite, avicultura, suinocultura e carcinicultura.

De acordo com o superintendente estadual do Banco do Brasil, Pio Gomes, a condição climática favorável abriu novas perspectivas para o agronegócio local neste ano. “Tivemos boa uma quadra chuvosa em boa parte do Estado. Isso cria um cenário efetivo. Quando o produtor rural tem um bom inverno, pensa em cultivar a área, adquirir novos equipamentos. Ele vê um novo horizonte com assistência técnica e inovação tecnológica para auxiliá-lo na produtividade”, afirma.

Pio acrescenta que o Ceará obteve o desembolso com maior percentual em relação ao Brasil, que teve incremento de 20%, passando de R$ 85,96 bilhões para R$ 103 bilhões. A carteira do agronegócio cearense do BB é de R$ 735 milhões. No País, o banco detém 60% de participação no crédito agrícola.

O programa concede financiamentos com juros para os agricultores que se enquadram no Pronaf, que ficam entre 3% e 4,6% ao ano. Já para pequenos (que estão fora do Pronaf) e médios, o índice é de 6% e os demais de 8% ao ano. No último dia 18, o Governo Federal anunciou a liberação de R$ 225,59 bilhões em créditos pelo Plano Safra 2019/2020, no Brasil. O valor estará disponível a partir de 1° de julho próximo.

Neste ano, os recursos do Pronaf também poderão ser usados para construção e reforma de moradias de pequenos agricultores. Arimatéa Gonçalves, coordenador da Coordenadoria de Crédito Rural da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Ceará, destaca que os créditos são importantes para viabilizar condições técnicas, financeiras e de infraestrutura de trabalho para os agricultores. “O Estado está bem. Também temos o Banco do Nordeste (BNB) como parceiro nesse compromisso com o Plano Safra”, diz. “Cabe ao governo do Ceará potencializar a aplicação deste recurso”.

Fonte: O POVO Online