Polícias Militar e Civil recebem mais de R$ 5 milhões em armas de fogo dos EUA

As polícias Civil e Militar receberam, na manhã desta quarta-feira, 1º, 3.140 pistolas importadas da empresa suíço-germânico Sig Sauer. A aquisição custou R$ 4,5 milhões. A entrega foi feita pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, na sede da pasta. O processo licitatório, o primeiro internacional do Brasil, também inclui 155 fuzis, em abril último, no valor de R$ 972.400,00, totalizando R$ 5,4 milhões.
“A gente às vezes ouve que o bandido está melhor armado que o policial, mas isso não acontece aqui no Ceará”, disse André Costa. “Mais uma vez o Estado parte com modelo de segurança para o País, com vários estados pedindo adesão para compra do mesmo armamanto.
(Foto: Evilázio Bezerra/O POVO)
As mais de 3 mil pistolas são da marca Sig Sauer, a mesma empresa que, em abril deste ano, não entregou documentos obrigatórios que comprovassem a segurança do armamento oferecido. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) chegou a pedir a desclassificação da licitante em liminar.
“Esse modelo de pistola é o mesmo usado pelo Exército americano. Lá, eles não licitam. Eles fazem estudo e escolhem o melhor armamento. Das armas do mundo inteiro, escolheram essas que adquirimos”, diz André Costa. “Além das forças especiais na França, na Inglaterra, na Alemanha. Fico tranquilo se ela é aprovada em todos esses países”.
Foram entregues pistolas Sig Sauer de modelo P 320 calibre .40mm e 9x14mm; e fuzis radical RF 15 calibre 5.56x45mm e armilte AR 10 calibre 7.62x51mm.
Com os 150 fuzis de calibre 5.56 e cinco fuzis sniper semi-automáticos calibre 7.62, ambos da marca Winchester, vieram luneta, bipé, bolsa tática e seis carregadores. O contrato prevê ainda 1% do valor em peças de reposição, kit de ferramentas de manutenção e formação de 10 instrutores e armeiros.
A SSPDS assinou contrato com a Sig Sauer em fevereiro deste ano. Segundo a pasta, o contrato internacional economizou mais de 50% aos cofres públicos, em relação aos contratos com empresas brasileiras. O armamento foi fabricado nos Estados Unidos.
As armas entregues nesta manhã fazem parte do primeiro lote de compras da Sig Sauer. Mais 10 mil armas serão compradas em processo que está sendo elaborado. Além de André Costa, estavam presentes chefes da Perícia Forense (Pefoce) e da Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp).
Com o próximo lote, os policiais militares terão armas acauteladas, assim como os policiais civis. “A PM nunca teve arma acautelada no Ceará. Vamos poder fazer isso com o segundo lote e eles poderão sair de casa e voltar com sua arma”, disse o secretário. “Também fizemos aquisições de 382 rádios da Alemanha. São grandes investimentos em equipamentos para que o policial faça o que há de melhor na segurança pública”.
Fonte: O POVO Online