RC define reforço de 520 homens e 94 viaturas para garantir transporte público

Após os ataques a ônibus nesse fim de semana, o prefeito Roberto Claudio (PDT) anunciou, nesta segunda-feira, 26, planos de segurança para garantir o transporte público em Fortaleza. A percepção de menos coletivos na Cidade e a preocupação com volta para casa marcaram esta segunda pós-atentados.
Na reunião no auditório da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) foi definido um conjunto de medidas de prevenção e melhorias para o funcionamento do transporte coletivo na Capital, como: o deslocamento de 400 homens e 72 viaturas da Guarda Municipal para garantir a segurança dos ônibus junto com a Polícia Militar (PM) e 120 homens e 22 viaturas reforçando o quadro da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) nas ruas. Também foram tratadas estratégias de segurança para escolas, postos de saúde e demais órgãos públicos.
Estiveram na reunião, além do prefeito e do vice Moroni Torgan (DEM), representantes da Secretaria de Segurança Cidadã (Sesec), AMC, Guarda Municipal, Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), além da Etufor.
A Prefeitura também disponibilizou o número 156 para registros de ocorrência, uma opção a mais para população além do telefone 190 da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).
Segundo Roberto Claudio, a Prefeitura busca com a reunião manter os serviços públicos funcionando normalmente de forma integral, “sem interrupção e com segurança, dentro do que for nossa responsabilidade”.
“Estamos colocando todos os recursos disponíveis da Prefeitura, em parceria com o Governo do Estado nessa questão da segurança, com o objetivo de garantir a tranquilidade dos usuários do transporte público e de todos os moradores de Fortaleza”, afirmou o vice-prefeito, Moroni Torgan.
Redação O POVO Online