Sindicalistas protestam no aeroporto de Fortaleza contra a reforma da Previdência

Um grupo de sindicalistas realizou, na madrugada desta terça-feira, no setor de embarque do Aeroporto Internacional Pinto Martins, um ato de protesto contra a proposta de reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro.

O objetivo do grupo, liderado pelo presidente da CUT/CE, Will Pereira, era fazer pressão junto aos parlamentares federais cearenses que, no entanto, não apareceram. Alguns já tomaram a rota de Brasília no fim de semana, enquanto outros optaram por não cumprir expediente nesta semana, dedicada mais ao debate da reforma previdenciária na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

Will Pereira disse que o fundamental nessa luta é continuar protestando e pressionando, a partir de agora, para que o “retrocesso” não se implante no sistema de Previdência do País e que, no atual governo, deve afetar mais a classe trabalhadora.

“Vamos lutar até a vitória, que é a retirada dessa proposta que não contempla os trabalhadores”, assegura Pereira, ressaltando que essa mobilização ocorrerá também nas casas legislativas nos Estados, por meio de audiências públicas.

No ato, a participação também de sindicatos como Ana Cristina Guilherme, presidente do Sindiute, representante dos professores de Fortaleza, bem como membros das centrais CTB, CSB, CSP-Conlutas e Intersindical, bem como Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo. O grupo já organiza também vários atos no Ceará para o dia 1º de Maio.

(Foto – Paulo Moska) – FONTE: O POVO Online