Suspeitos de furtos em hotéis de Fortaleza atuavam na Praia de Iracema

Com os dois estrangeiros foram apreendidos dois celulares, um bolsa e um notebook.

Estabelecimentos do bairro Praia de Iracema, em Fortaleza, eram o principal alvo de dois estrangeiros e um paraense que foram presos suspeitos de cometerem furtos em hotéis e restaurantes. Os indivíduos foram detidos após operação da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur). As informações foram divulgadas pela Polícia em coletiva de imprensa realizada na tarde quarta-feira, 3.

A primeira captura aconteceu na última sexta-feira, 28, quando profissionais da Polícia Militar (PM) cumpriram mandado em desfavor de Carlos José Queiroz da Costa, de 55 anos, natural de Ananindeua, no estado do Pará. O homem foi preso no bairro Pirambu, local em que residia.

Além do Ceará, Carlos tinha mandado de prisão em aberto no Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Pará, conforme informou Roberta Frota, titular da Deprotur. A investigação da Polícia identificou que atuação do suspeito acontecia no Estado no período de alta temporada para a rede hoteleira.

Roberta Frota, titular da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur), repassou as informações sobre a operação em coletiva na tarde desta quarta-feira, 3.

A delegada explicou que o paraense se passava por hóspede dos estabelecimentos para adentrar nos apartamentos e subtrair os pertences das vítimas. Os agentes de segurança ainda apuram se o suspeito cometia os crimes com ajuda de mais uma pessoa.

Três dias depois, em 1º de julho, a Polícia capturou dois estrangeiros suspeitos de cometerem furtos nos hotéis, pousadas e restaurantes da Capital. Trata-se de Angelina Yamilet Dela Cruz Cerrospi, de 24 anos. Ela tem nacionalidade peruana e argentina. O segundo detido foi Marcos Andres Munhoz Aguilar, de 34 anos, natural do Uruguai.

O casal foi preso em flagrante na Praia do Futuro após denúncias de profissionais de um hotel da região. Em posse da dupla estavam uma bolsa, dois celulares e um notebook. Segundo Roberta Frota, eles cometeram delitos nas proximidades da Praia de Iracema entre os dias 27 e 29 de junho e estavam em Fortaleza há cerca de uma semana.

De acordo com a Polícia, os suspeitos esperavam um momento de distração das vítimas para cometer os furtos. Durante depoimento, AngelinaCruz alegou que veio para o Estado a trabalho, enquanto Andres Munhoz disse estar na Capital para passar férias.

Aos policiais, a dupla afirmou que atualmente residia em São Paulo. A mulher possui duas passagens na Polícia por furto. Em desfavor do homem não foi encontrada nenhuma penalidade.

José Queiroz, Angelina Cruz e Andress Munhoz foram autuados por furto qualificado. Eles ficarão detidos em uma unidade prisional do Estado. A Deprotur orientou aos clientes dos estabelecimentos da região que tiveram os pertences furtados que procurem o órgão por meio do números (85) 3101-2488 ou 190.

Fonte: O POVO Online