TRE leva unidade móvel para fazer recadastramento biométrico na Praça

Unidade móvel do TRE que ficará instalada a partir de hoje na Praça do Ferreira

Como mais um esforço de advertir a população de Fortaleza para a necessidade de realizar seu recadastramento biométrico dentro do prazo que o calendário eleitoral prevê, que é até 29 de novembro próximo, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) abre hoje a 8ª Semana da Justiça Eleitoral com evento programado para começar às 16 horas, na Praça do Ferreira. O presidente da Corte, desembargador Haroldo Máximo, estará presente à solenidade e tem destacado que o não atendimento ao prazo previsto imporá o cancelamento do título, medida que determinará uma série de consequências importantes para o eleitor.

O prejuízo, na verdade, vai muito além do aspecto eleitoral. Quem tiver o documento cancelado pode ser impedido de participar de concursos públicos, fazer empréstimos bancários e, até mesmo, ser beneficiário de programas sociais, como o Bolsa Família. Segundo números atualizados do TRE, ainda faltam 698 mil eleitores fazerem o recadastramento em Fortaleza, de um número total de pouco mais de 1,7 milhão, acima de 40%, portanto. Uma situação que o TRE admite preocupante.

A Semana da Justiça Eleitoral permanecerá com posto móvel na Praça do Ferreira durante toda a semana, mas uma série de outras atividades devem acontecer no local. A partir de uma parceria om a Secretaria de Educação do Estado, por exemplo, todo dia haverá apresentações artísticas dos alunos da rede pública, como parte do programa Eleitor do Futuro.

A Unidade Móvel do TRE estará na praça com serviços de alistamento, segunda via, transferência e revisão, notadamente, considerada a revisão obrigatória por que se encontra passando o município de Fortaleza-CE. O eleitor que tiver pendência no título de eleitor e quiser resolvê-la, também poderá aproveitar a presença da Unidade no local do evento.

Outra atividade incluída no programa é uma exposição de banners com os programas institucionais desenvolvidos pela Justiça Eleitoral do Ceará (Programa de Acessibilidade, Programa de Educação Continuada em Direito e Processo Eleitoral, Programa de Preservação da Memória Eleitoral, Programa de Educação Ambiental, Programa de Valorização do Mesário e Programa de Difusão Cultural), além de participação da Ouvidoria Eleitoral, informando e dirimindo dúvidas da população. Haverá ainda a distribuição de mudas de plantas doadas pela Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Este conteúdo exclusivo para assinantes está temporariamente disponível a todos os leitores.

Fonte: O POVO Online