Túnel da Avenida Borges de Melo volta a alagar após três dias e é interditado

Pela segunda vez em três dias, o túnel da Avenida Borges de Melo, recém-inaugurado, voltou a alagar. Com as fortes chuvas que caem sobre a Capital nesta terça-feira, a estrutura não suportou o volume de águas, o que está dificultando a passagem de veículos. A passagem foi interditada e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) está no local para auxiliar nos desvios.
No sentido BR-116 – Borges de Melo, o motorista deve entrar na Travessa Ipitinga, acessando a Avenida Aguanambi e pegando a rua Bartolomeu Gusmão. Quem vai no sentido contrário (Borges de Melo – BR-116) deve dobrar na rua Engenheiro Edmundo Almeida Filho, fazer o contorno na linha férrea e pegar a rua Via Láctea, acessando novamente a Borges de Melo.
Segundo agente da AMC, o bloqueio não provoca grandes transtornos e o trânsito flui normalmente. Não há previsão para desbloqueio do túnel. Carros-pipa estão retirando a água do local.
Barreira de areia foi feita para evitar que água escoe para o túnel (FOTO: Matheus Facundo)
Uma barreira de areia chegou a ser colocada na Avenida Borges de Melo para impedir que a água escoe para dentro do túnel. Além disso, há muito lixo no local.
No último sábado, cinco dias após a inauguração oficial da nova estrutura, feita pelo governador Camilo Santana (PT), o túnel que integra as obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) também alagou, chegando a ser interditado por boa parte do dia. Diversos caminhões-pipa tiveram de ser utilizados para retirar a água acumulada no local.
Redação O POVO Online, 
com informações do repórter Matheus Facundo